segunda-feira, 26 de março de 2012

Segunda-feira

Hoje é segunda-feira, dia do meu rodízio e várias coisas podem acontecer quando num dia como esse e que precisamos chegar antes das 17h00 na Av. Paulista. Mas nada melhor do que rezar. Sexta-feira fui a Casa do Caminho e, como sempre acontece, procuro ficar mais educada, solícita e deixar as coisas mais na mão de Deus.

Hoje na Avenida Clímaco Barbosa, teve um quase tombamento de um caminhão basculante (que faz concreto). Esse caminhão interditou duas vias (das três existentes) durante quase toda a tarde. Eu esqueci desse pormenor e saí do escritório às 16h30 para chegar a Paulista antes do rodízio. Quando cheguei na esquina da Clímaco, um CET mandou eu parar porque dois caminhões de concreto iriam manobrar. Em outros dias, eu teria gritado e esperneado e, com certeza, ele diria que não tinha nada a ver com a situação.

Ao invés disso, eu baixei o vidro e dei um sorriso e falei "Ai moço, é que hoje é rodízio do meu carro." Ele, além de me ouvir, falou: "mas eu não vou te multar, porque ainda tem tempo". Aí eu expliquei que o problema não era ele, mas o colega dele que estaria me esperando na Av. Paulista. O marronzinho me retribuiu o sorriso (não teve nada de cantada, não) e disse: "então tá. O caminhão vai esperar a Sra. passar. Assim que o farol abrir a senhora passa que eu interdito a rua".

Eu passei, cheguei na Paulista faltando ainda 10 minutos para as 17h00!!! Um milagre... Essa pequena história me faz ter certeza que a reforma íntima compensa. Principalmente quando a gente aprende a dar sorriso e tratar bem até os marronzinhos da CET num dia de rodízio.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Um dia no parque






Olha como S. Paulo pode ser uma cidade linda.

Se eu continuar comendo...

Antes de mais nada, preciso esclarecer que estou com os 69 quilos e na luta para chegar aos 65 como combinado com a nutricionista. Então estou longe de estar dessa forma arredondada. Mas achei legal postar essa foto.
Trata-se de um aplicativo que engorda a pessoa. Olha só que belezura que eu ficaria se não tivesse tomado uma atitude:

Compra de antibióticos

O Daniel toma antibióticos duas vezes ao dia, como já comentei em outros posts. No começo isso gera um monte de dúvidas:
  1. E os dentes?
  2. As bactérias não ficarão mais fortes?
  3. O organismo não vai criar resistência?
  4. O Dani não ficará com baixa-imunidade?
  5. Ele vai se desenvolver bem?
Posso dizer que usado de forma correta, o antibiótico não prejudica, principalmente com o acompanhamento de um médico sério e também de um odontopediatra. Mas o que quero dizer é sobre outra coisa: a compra burocratizada e burra desses remédios.

Hoje o Dani usa o Wintomylon Suspensão 60 ml, de 12 em 12 horas, 3,5 ml. Isso significa que o remédio dura em torno de 9 dias. Então precisamos ter frascos em estoque. Com as novas regras (veja o link abaixo) para a compra, isso virou uma dor de cabeça. As farmácias normalmente têm um ou dois frascos de estoque, mas a receita pede em torno de 4 frascos. A farmácia não pode me entregar dois frascos e depois entregar os restantes. Eles querem entregar os 4 frascos de uma vez só. Mas a gente precisa de uma entrega imediata, afinal o Dani não pode ficar sem tomar. Mas a regra é clara: ou entrega os quatro frascos ou nada... Que morra o paciente!!!

Já brigamos feio em diversas farmácias.

Além disso, tem a novela da receita valer por 90 dias apenas. Ah! Vc tem que pegar 4 frascos, usá-los e comprar novamente mais 4 frascos só no final de 40 dias. Então se o Dani cuspir o remédio e a gente tiver que repetir a dose... estamos ferrados. Agora encontramos uma farmácia que entrega os frascos em estoque e quando chegam os restantes, eles nos ligam e vamos buscar. Também contamos com a ajuda da Dra. Sonia Liston (pediatra dos meninos) que faz a receita quando precisamos. Mas é uma burocracia.

Ontem tivemos problemas com o Keflex. Nenhuma farmácia tinha dois frascos para entregar. Um farmacêutico chegou a me dizer: "espere até quinta-feira e pegue os dois frascos!!!" e eu respondi... "se eu seguir a sua sugestão, vc é que vai precisar entregar os remédios na UTI de um hospital já que meu filho poderá estar com um infecção generalizada". Ele percebeu a burrada e tentou procurar outra farmácia da rede para tentar consertar o problema. E não estou falando de uma farmácia de bairro, estou falando da Droga Raia (Rua Bertioga, 459).

Além de passarmos por uma situação complicada ainda temos que conviver com essa burocracia ridícula. Entendo a importância da venda do antibiótico ser controlada, mas acho que a regra deveria ser mais adequada para quem precisa de antibiotico de uso contínuo.


http://noticias.r7.com/saude/noticias/novas-regras-para-comprar-antibioticos-comecam-a-valer-daqui-a-um-mes-20101028.html

Daniel - notícias atualizadas

Ontem postei informações quando ainda não tinha ido ao Consultório do Dr. Júlio Toporovski. Então vamos atualizar:
Passo os contatos da clínica para quem precisar


Como contei num dos posts mais antigos, o Daniel nasceu com Refluxo Vésico-Ureteral. Descobrimos quando aos 6 meses ele parou de engordar. Fizemos exame de urina e ele estava com infecção urinária. Ficou internado por 10 dias e nossa perigrinação em busca de informações começou.

Graças a Deus, nesse período recebemos a indicação do Dr. Júlio que explicou exatamente o que estava acontecendo e indicou não partirmos para a cirurgia. Então explicando melhor: o Daniel nasceu com esse refluxo urinário, no lado esquerdo. O xixi retorna da bixiga para o rim e se a urina estiver contaminada com alguma bactéria acaba tendo infecção. Esse rim, hoje, tem cerca de 16% de função. O rim direito funciona muito bem e já cumpre a função dos dois. O problema é que o refluxo pode ter até 5 níveis (gravidade) e o do Dani é o nível mais alto. Isso significa que o organismo dele não conseguiu corrigir por si só o problema. Essa "auto-correção" pode acontecer até o nível 3. Mesmo assim, o Dr. Júlio entende que não devemos partir para uma cirurgia. Enquanto isso, o Dani toma antibiótico profilático de 12 em 12 horas (Wintomylon).

Último episódio
No sábado, o Angelo levou o Dani para fazer o exame de urina, como fazemos a cada 2 meses e ao pegar o resultado na segunda a noite, descobriu que o resultado tinha sido positivo para infecção. Como a alteração dos leucócitos estava baixa, achei melhor refazermos o exame no Hospital Edmundo Vasconcelos. Lá fomos nós três, rezando para que o resultado tivesse sido um falso-positivo.

Depois de sermos muito bem atendidos (como sempre!!! Só tenho elogios para esse hospital), tivemos a certeza de que o Dani estava mesmo doente. O engraçado é que normalmente ele não tem febre e nenhum outro sintoma nesse começo. O protocolo médico diz que nesses casos a criança deve ficar internada, mas essa não é a posição do Dr. Júlio. E a minha insegurança sempre começa quando tenho que falar para o médico que está atendendo que não vou seguir a sua orientação e sim do Dr. Júlio. Ainda bem que até agora todos entenderam perfeitamente.

Fomo almoçar (chegamos às 9h30 no hospital e saímos de lá às 11h40) e depois fomos para o Consultório. Graças a Deus que dessa vez, o Dani não precisou tomar injeção. O Dr. receitou 8 dias de Keflex de 8h00 em 8h00 (esse é um outro capítulo que falo depois) e me deu mais uma aula sobre o assunto. A consulta custa R$ 350,00 mas vale a pena. São quase 60 minutos de uma explicação muito didática.

Fomos atrás do remédio e depois para a escola assistir o futebol do Matheus. Só depois fomos para a casa para medicar o Dani (acho que isso foi errado, devíamos ter dado o remédio logo que compramos). Às 9h00 ele teve febre e começamos com a Novalgina. Não dormimos quase nada para poder monitorar a febre. Medicamos com Novalgina ovamente às 4h00 e na escola por volta das 10h00. Agora estou aguardando para ver se a febre não volta. Se persistir levaremos novamente ao médico.

Sentimentos
Não entendo essa situação como um castigo de Deus, mas sei que é algo para crescermos juntos. Não fico revoltada e nem desesperada, mas tenho um sentimento meio ambíguo. Ao mesmo tempo quero que as pessoas entendam o quanto é difícil, mas não quero que fiquem dramatizando a situação. Fico irritada com muitas perguntas e acabo maltratando todos.

Nesses momentos só me sinto a vontade junto com o Angelo e o Matheus. Nós quatro entendemos um ao outro e nos apoiamos. Depois que tudo está controlado percebo o quanto fui injusta e acabo ficando muito culpada com as minhas reações.

terça-feira, 20 de março de 2012

Refluxo vésico-ureteral - 5

Mais um episódio de infecção do Daniel... Meu sentimento é sempre um misto de agradecimento a Deus pelo problema ser pequeno e juntos podermos aprender mais e um pouco de perplexidade de não saber se o que estamos fazendo é o correto. O exame do sábado de rotina deu positivo, corre para o Hospital Edmundo VAsconcelos, faz outro exame para confirmar. Positivo confirmado. Liga para o Dr. Júlio, corre para a clínica e... vamos ver como será.

O Dani está alegrinho... ainda bem.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Economia

“Quando oferecemos quietude à mente, a mente nos oferece clareza em retorno. Onde há clareza não pode haver desperdício. Desperdício é quando a mente insiste em pensar sobre as situações e sobre o que as pessoas falaram ou fizeram mesmo após as situações terem terminado. Tais pensamentos costumam ser influenciados por dúvidas, críticas e julgamentos: Por que isso aconteceu? Aquela pessoa não deveria ter falado aquilo. Tais pensamentos são chamados de inúteis ou de desperdício. Portanto, sempre que você perceber que sua mente está indo nessa direção, procure acalmá-la criando pensamentos de paz e aceitação: Tudo o que aconteceu era o que deveria ter acontecido. Ao colocar um ponto final na conversa interna residual, você oferece espaço para a mente criar novidade e felicidade.”




Brahma Kumaris

quarta-feira, 14 de março de 2012

Refluxo urinário do Daniel

Faz tempo que nao comento sobre a situação do Daniel, né? Meu menino continua crescendo, sem seqüelas, Graças a Deus. Agora já fazemos o exame de urina a cada dois ou três meses. Mas o engraçado que eu nem preciso mais de exame para saber quando ele esta com infeção. A ultima foi no final do ano passado. Para variar era feriado e levamos no Edmundo Vasconcelos. Na hora os médicos querem internar porque a infecção fica muito alta. Mas graças a Deus, temos o Dr. Júlio na nossa vida. Eh so ligar para ele, que da as coordenadas. Nunca mais o Dani ficou internado.

Novo peso!

Uhhhhh... Hoje acordei com exatamente 69 quilos. Estou amando essa fase natureba com emagrecimento.

terça-feira, 13 de março de 2012

Dica

Quem como eu, não tem tempo para fazer hidratação no salão, pode utilizar esse creme noturno. É bem legal. Além do excelente resultado, não deixa o cabelo melecado e não suja o travesseiro. Adorei o cheiro também.

Dicas - dieta

Algumas dicas que estão me ajudando com a dieta:
  1. meu peso do prato no restaurante por quilo passou a ser no máximo de 350 gramas.
  2. para não ficar com fome, coloco bastante folhas, que não pesam.
  3. cortei durante semana, os doces. O máximo é o petit waffer que vem no café da Kopenhagen (hummm, delícia).
  4. tomo 2 cápsulas de óleo de coco quando acordo, antes do almoço e antes do jantar;
  5. adotei as duas colheres rasas de chia, com iogurte ou Ades entre as refeições. É ótimo porque acaba com a fome. Mas é preciso tomar muita água. Um dia desses, comi e fui para ~uma reunião sem tomar água a tarde toda. Deu muita dor de barriga.
  6. como não consegui colocar exercício físico na minha rotina, estou subindo e descendo escadas. Além disso, estou pulando corda.
  7. comecei pulando corda 1 minuto e quase morria. Agora pulo 5 minutos e fico bem. Minha meta é pular 15 minutos todos os dias.
  8. Ah! Quando chego em casa, varada de fome, bato um suco completo. Isso acalma meu estômago até a "janta". Ontem bati: abacaxi, hortelã, couve, chia, mel e gengibre. Ficou uma delícia.
Estou colocando na minha cabeça que essa rotina será para sempre. Minha saúde e meu shape agradecem.

Novidades - sem grandes novidades

Nossa... faz um tempão que não posto nada. Isso é resultado da vida corrida. Realmente não dá tempo. Mas algumas coisas aconteceram nessas últimas semanas:
  1. conseguimos dar uma fugida para Floripa sem as crianças. Foi super gostoso. Aproveitamos bastante. Depois eu posto umas fotinhas legais;
  2. passei novamente na nutricionista e SUPEREI a meta estipulada. Era para eu chegar aos 71 quilos e a balança registrou 69,8 quilos;
  3. agora a meta é chegar aos 68 quilos até a primeira semana de maio;
  4. o Matheus vai usar aparelho nos dentes. Já fizemos o molde e semana que vem meu filhote mais velho estará "aparelhado".
Depois conto mais.